Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Lisboa...

por FS, em 27.11.15

image.jpg

Lisboa é, sem sombra de dúvida, e sem desprimor para outras cidades, uma cidade lindíssima e com uma alma cheia.

Se no Verão apetece aproveitar a luz e o calor da cidade, no Inverno o chamamento não é menor. Passear nesta altura traz saborosas memórias de infância, onde a incursão familiar a Lisboa incluía uma ida ao cinema Tivoli ou ao S. Jorge.

O cheiro das castanhas assadas a vaguear pelo ar, a iluminação de Natal nas ruas da Baixa e do Chiado, e o bulício das pessoas que passam nas ruas aquecem-me a alma apesar do frio que invade a capital.

Que bommmmm...

Autoria e outros dados (tags, etc)

A co-adopção

por FS, em 21.11.15

Sou de centro-direita, o que nos dias de hoje é quase como dizer que se pertence ao Estado Islâmico... Mas sou (desse quadrante político e não do Daesh)!

Apesar da frase anterior, acho que ontem foi um dia importantíssimo para a sociedade portuguesa: foi aprovada na Assembleia da República a co-adopção por casais do mesmo sexo!

Os pais não se dividem entre heterossexuais e homossexuais, dividem-se entre quem é capaz de amar e quem não é! Apetece-me dizer mais acerca disto, mas na minha cabeça tudo isto faz tanto sentido e é tão óbvio, que fico a pensar: para quê argumentar mais?

 

Foi feita justiça ao amor, ontem...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aluado...

por FS, em 21.11.15

image.jpg

 

- Pai, a Lua derreteu! - alerta-me o S, em sobressalto!

- Desculpa?! A Lua derreteu?!

- Sim, pai... Não está redonda! Falta-lhe metade... Ou derreteu ou alguém a cortou e levou o resto para outro lado!

 

(P.S. - lembrar de explicar ao S as fases da Lua... Ou talvez não, que eu adoro estes comentários!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Perguntaste-me...

por FS, em 13.11.15

image.jpg

...se ainda gostava dos teus beijos... Sorri... Coloquei a minha mão esquerda no teu pescoço, com os dedos entrelaçados no teu cabelo... O meu braço direito envolveu a tua cintura e puxou-te de encontro a mim... E mais uma vez se fez magia...

Está respondido, não está, Princesa?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pedagogia aos quadradinhos

por FS, em 10.11.15

image.jpg

- Pai, queria ser um super-herói! - diz-me o S à saída da escola. - mas eu sei que nunca vou ser um...

- Não sabes se não vais ser... O Homem-Aranha já era crescido e trabalhava quando começou a trepar prédios e a lançar teias! O Bruce Wayne já tinha a carta de condução quando se transformou em Batman, para poder conduzir o Batmobile... - respondo a primeira coisa que me vem à cabeça.

 

Empurro com a barriga para a frente, tentando evitar que a frustração o invada. Instala-se um silêncio entre os dois, enquanto o S olha para a rua pela janela do carro. Volto ao ataque...

 

- E nós podemos ser o que quisermos na vida, gordo... - uso este termo carinhoso desde os seus tenros primeiros meses, embora seja um "pau de virar tripas" - Basta querermos, gostarmos e esforçarmo-nos por isso!

 

Sou, como que, ignorado nesta tentativa de incutir confiança.

 

- Queria lançar teias das mãos, atirar bolas de fogo, ter um martelo para atirar aos maus, correr muito rápido e ser grande... Muito grande e forte!

 

Estamos portanto a falar de uma fusão entre Homem-Aranha, IronMan, Thor, Flash e Hulk! O céu é o limite, filho! Dá-lhe! E continua:

 

- É que sabes, pai, gostava de "fazer a diferença"... Lutar contra os maus e "salvar o dia"!

 

E pronto, a lamechice invade-me...

 

- Ouve, não é preciso ser Super para se ser um herói... Não precisas de uma capa nem de super-poderes para "Salvar o dia", filho... Basta seres amigo dos teus amigos, ajudá-los, proteger os mais fracos sempre que puderes e tentares ser o mais justo que conseguires...

 

Marvel e DC Comics, esses grandes e eternos veículos de valores... Quem diria...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

One lucky bastard...

por FS, em 09.11.15

image.jpg

Ora a prova de que não são um mito...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Intervalos

por FS, em 08.11.15

Há uns tempos, numa das conversas diárias com a R acerca de como lhe correu o dia na escola, recebo a seguinte resposta:

 

- No primeiro intervalo estivemos a a fazer exercícios de matemática e depois... blá, blá, blá...

 

Eu já tinha parado de ouvir, confesso. Parei logo no início e só pensava "estiveram a trabalhar no intervalo?!" Que raio de escola madrasta (com o devido respeito pelas boas madrastas) é esta para privar as crianças da salutar brincadeira?! E ficaram a manhã toda a trabalhar? Ao fim de uma hora e meia onde é que está a concentração dos miúdos? Será que se portaram mal e a professora os decidiu castigar? A minha mente galopa em hipóteses, teses e conjecturas!

 

- Mas vocês estiveram a trabalhar no intervalo, R? - pergunto eu - Não foram brincar?

- Pai, claro que fomos! Eu estou a dizer que estivemos a trabalhar no primeiro intervalo de aulas, antes do recreio... O pai sabe que entramos às 9h e o primeiro intervalo é até às 10h30, depois temos o recreio até às 11h... - e continuou na descrição do seu horário.

 

Certo... Intervalo é o tempo lectivo... Recreio é o tempo lúdico... Mas como é que eu não percebi isso antes??? E faz sentido, mesmo na minha definição de intervalo, que é "uma interrupção na tarefa principal que estou a fazer"... E a tarefa principal da minha filha é: brincar! Depois faz uns intervalos para ir aprender a ler, fazer contas e estudar o meio que a envolve... Sou mesmo tótó!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Da deferência...

por FS, em 06.11.15

Falávamos, entre pais, de como hoje em dia é comum as crianças tratarem os professores por "tu". A opinião geral era discordante desta modernice e para tirar a questão a limpo do que se passa na sala da R, uma mãe chama o seu pequeno P, o Às da bola e dos sprints no recreio:

 

(Mãe) - P, como é que tratas a professora quando falas com ela?

(P) - Então, eu só falo com a professora quando ela fala comigo... (Como quem diz, "não gosto de dar muita conversa e confiança.... Não sou um 'salinhas'!")

 

Os sorrisos e risos espalharam-se pelos nossos rostos... A mãe não desarmou e voltou a investir:

 

(Mãe) - P, não é isso... Quando falas com a professora trata-la por "tu"?

 

(P, com a cara mais espantada deste mundo) - Se a trato por "mim"?!

 

 

Et lasse... Naquelas idades o nosso cromossoma Y tolda-nos o raciocínio e o mundo resume-se à bola de futebol e aos cromos... No caso de alguns, até se prolonga pela vida adulta... ;)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Finalmente...

por FS, em 05.11.15

image.jpg

... os Crawley voltaram!!!

No meio de todas as séries televisivas que pululam pelos vários canais, a minha preferida voltou, para a sua última temporada. Não tem lobisomens, nem vampiros, e as mortes são sempre por causas naturais e não criminosas ou sobrenaturais. Há tramas e esquemas, mas não pretendem a dominação mundial. Os aliens que aparecem vem do continente americano. E há romance e paixão... E é por isso tudo, e pelos personagens cheios de virtudes e de defeitos, como qualquer ser humano, que adoro o raio da série!

Os serões de terça-feira voltam a ser ligados à FOX Life...

image.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D